quinta-feira, 10 de junho de 2010

Tanque da Nação - História

Foto/colaboração: Antonio Sena (Cinquentinha 7 Cordas)

Por volta de 1840, José Higino dos Santos Lobo, fixou residência no local denominado Carrancudo (onde se localiza hoje o Tanque da Nação), em terrenos da fazenda Contendas, que pertencia a seu sogro Inácio dos Santos Ferreira Primo. Procedia de sua fazenda Lagoa Comprida, nas Contendas de Monte Santo. José Higino era filho de Francisco Teixeira Lobo, da fazenda Jueté, Uauá, que tinha influencia na política de Monte Santo, sendo algumas vezes comissário de polícia.
Em 1866, D. Pedro II, nomeou José Higino encarregado do serviço de recrutamento de voluntários para a guerra do Paraguai. Chamado à capital para receber instruções, foi autorizado, pelo presidente da província, a construir um casarão para servir de quartel e alojamento para os voluntários.
Aproveitando o ensejo, José Higino reivindicou a escavação de um tanque público, a fim de atender moradores da região e minorar os efeitos das secas que periodicamente, se tornavam uma calamidade pública. Foi atendido em sua pretensão.
José Higino trouxe a ordem do governo, dirigida ao coletor Antonio Hipólito de Cerqueira, da exatoria de Monte Santo, para lhe entregar a quantia de dois contos de réis a fim de ser construído um quartel e escavado um grande tanque.
Escolhida a melhor localização para o açude, foram imediatamente arregimentados trabalhadores, nas redondezas, para a construção da obra.

>>>>> Na foto ao lado: Lulu, Miguel de Cessinho e Lucinha Campos em passeio ao Tanque de Nação para uma foto (1969)

As obras do açude foram concluídas dois anos depois, em 1868. Por muitos anos, o Tanque foi denominado de "Açude do Capitão Higino"
Rezavam ali, todo o ano, a novena de Nossa Senhora da Conceição, e, ao final, ficavam pelo terreiro conversando.
Mesmo antes de 1850 já existia nesses terrenos, e na Fazenda Carrancudo, uma feirinha muito frequentada, e onde eram vendidos os produtos da terra, tais como fumo, milho, feijão, farinha, caprinos, etc
Após a Lei Áurea, o Capitão Higino, como todos os proprietários de terra que dispunham de grandes áreas cultiváveis e que precisavam do braço escravo, sofreu prejuízos irrecuperáveis, tendo então, iniciado o processo de decadência econômica da região.
Em 1 de janeiro de 1894, morre o Capitão Higino Lobo, sucedendo-lhe, no comando do arraial, o Major Antonio Francisco dos Reis, conhecido como Major Antonino, seu companheiro do Partido Liberal.
Por esse tempo, a construção da igreja estava adiantada e o cemitério fora concluído. O Capitão Higino foi sepultado na igreja, ao lado do altar, como o foram todos os fundadores e benfeitores do Cumbe. Foram homenageados em lápides, que vieram talhadas em mármore de carrara, da Itália. No granito foram gravados, em bonitos caracteres, os nomes, as datas de nascimento e de óbito e os méritos de cada um. Na campa do Capitão Higino Lobo, constava a sua condição de líder, fundador e benfeitor do Cumbe.
Durante muito tempo, o Tanque da Nação, abasteceu a cidade e toda a região, e era também, local onde as lavadeiras lavavam as roupas dos moradores da cidade. Devido aos longos períodos de estiagem, outros açudes foram construídos e o Tanque do Capitão, deixou de ser a única fonte, a saciar a sede da população.

Bibliografia: José Aras – No Sertão do Conselheiro.
Agradecimentos ao Sr. Evaristo Manoel da Costa, 80 anos de idade, bisneto do Capitão Higino. Guarda em sua memória, histórias, que lhes foram contatas por sua mãe, Maria Constantina Torres, neta do Capitão José Higino.

Pesquisa: Maria Elza Moura da Costa - Uneb

Agradecemos a correção de Everson Mattos por comentário


______

4 comentários:

Lene disse...

boa história! não sabia

Rafael Rodrigues disse...

Poxa, que maoral o Higino, em?! Aproveitou-se da situação e conseguiu o que queria com D Pedro II.
Legal!!

Everson Mattos disse...

Ney,Houve um pequeno erro que também foi cometido por José Aras.
O nome do pai de José Higino era Francisco Teixeira Lobo,procedente da fazenda Joeté,Uauá

Roberval MacedoNobrega disse...

Ney , Voce realmente está de parabens pela grande iniciativa do blog . Lembra do tanque do Lima e tanque do urubu .