segunda-feira, 28 de março de 2022

Os Cem Anos de Canudos em Cordel

 

Autor: José Laurício Nóbrega  (Morenito)




Escrevo por um respeito

sou poeta vejo tudo

pode perguntar a mim

eu conto tudo a miúdo

este livro vai lhe explicar

vamos todos comemorar

os cem anos de Canudos                                                                       Imagem: Histoblog



Canudos foi um arraiá

que recebeu muita gentes

pobres, porém honestos

sérios e obedientes

se uniam em praça pública

lá não falava em réplica

o chefe era exigente


La não existia mentira

tão pouco descaração

namoro maior respeito

seguindo a lei do Sertão

lá não tinha sabotagem

quem usassem da malandragem

era expulso da região


Todos iguais sem racismo

naquela terra bendita

pretos, brancos todos juntos

uma família bonita

mulher andava de facão

pegava onça de mão

hoje ninguém acredita


Deixar um pouco Canudos

seguindo outro roteiro

falamos em Quixaramubim

cidade do Conselheiro

pertinho do Quixadá

estado do Ceará

do nordeste brasileiro


Seu nome de batismo

Antônio Vicente Marciel

casou-se com Olindina

na igreja e no papel

pouco tempo de casados

logo, logo separados

ela não lhe foi fiel


Antônio decepcionado

perdeu o gosto de viver

não cortou mais o cabelo

deixou a barba crescer

ficou feito um moribundo

foi embora pelo o mundo

antes do amanhecer


Passou no Brejo dos Santos....


Para ler completo CLIQUE AQUI





Nenhum comentário: